domingo, 18 de janeiro de 2009

Quanto mais ralhas, mais gostas de mim

 
[A forma como as crianças nos dizem que sabem que gostamos delas]


Os oito anos do Dinis soltam uma daquelas birras em que a paciência foge a sete pés. Na boca aloja-se um papagaio. Começa a repetir tudo o que digo, de forma insolente. Com veemência na voz dou-lhe uma descompostura e digo-lhe que se continuar com actos de má educação que leva uma palmada. Ele persiste na macaquice de imitação e aperto-lhe, devagar, as bochechas, como se lhe fosse dar uma bofetada.


- Tu és má!



- Não sou má, ponho-te é na linha.



- Não pões não, não me bates com força.




Resultado: acabou por me fazer soltar o riso.
[Lá perdi a compostura de general]


4 comentários:

Crown of Love disse...

"Tu és má...e feia"
Frase: Mateus 5 anos

O meu pequeno doce e traquinas Mateus...volta na volta...lá se lembra de soltar esta bela frase,sem antes...e convêm não esquecer...de fazer aquela birra.
Ao fim de 5 minutos, toca-me ao de leve e pergunta-me se estou feliz e contente...basta um sorriso meu,para ele me dizer:

"Mãe tu és linda"

Afinal sempre vale a pena mostrar mal cara de vez em quando.

raquel disse...

Sim, convém mostrar má cara, de lés a lés :)

Ainda não tenho o prazer de ouvir alguém dizer-me: "Mãe tu és linda".

Mas é muito bom - nas pausas das birras - receber abraços apertadinhos do meu afilhado Dinis.

Crown of Love disse...

Raquel...sem dúvida que ser mãe é das melhores coisas que há no Mundo, mas uma vez mãe...preocupações para sempre.

Beijo para o Dinis, e, que mime sempre muito a madrinha.

Kiss Kiss

Merve Seren disse...

can you please remove my photo from this blog.. thank you, Merve