sábado, 24 de julho de 2010

Ei-las

Imagem de Lane Coder


Aí estão as férias. Curtas, mas minhas.
Tudo o que quero:
o discreto rumor do estio.
vastidão.
sono sem a tirania do despertador.
leitura em silêncio.
trocar o eléctrico 28 pelo meu carro.
procurar o verde.
deitar a cabeça no colo materno.
O coração entre a doçura dos figos e as raízes dos girassóis.

4 comentários:

Mente Hiperativa disse...

"sono sem a tirania do despertador."

Ah, como é booomm...

Gostei da sua forma de enxergar as férias, eu sempre quis que elas fossem rápidas, eu gostava no começo mas logo enjoava. Esse ano algo diferente aconteceu, tô adorando as férias e por mim não acabavam tão cedo.

Joana disse...

E uma tarde de assobio, não?

Poetic GIRL disse...

Que maravilha, é o que estou a precisar também! bjs

Viviane disse...

Se ao menos não estivesse este calor impossível...:( Beijinhos, aproveita o descanso:)