terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

O que faz falta...

video

«O que faz falta são amores vulgares. Anda por aí demasiada gente a falhar o quotidiano, os grandes planos sobre as pequenas coisas, a luz da manhã sobre a pele dos amantes, os beijos anónimos à frente de esquadras de polícia. A verdade é que ninguém nos conta o que aconteceu à Cinderela e ao Príncipe Encantado. Dizem-nos que viveram felizes para sempre mas nós, que nunca os vimos acordar juntos, sabemos que não pode ser assim tão simples. Aprendam com o cinema: os épicos já não são o que eram».

Surripiei este post ao Pedro. É a minha forma de mostrar o quanto já fazia falta o regresso dele à blogoesfera. Se eu fosse mais cítrica, dizia-lhe que, pela ausência mais que prolongada, já merecia um murro nas ventas. Mas vou ser mais doce que acre e dizer: toca a postar!

6 comentários:

A Menina do Regador de Sonhos disse...

Realmente um post que merece ser reeditado.... será que ainda existem pessoas que acreditam na história da Cinderela?

***

Violet disse...

Olho à minha volta e essa foi sempre a minha dúvida. O amor dura para sempre? O toque que faz arder a pele, que se descreve em posts, em filmes e séries de televisão, dura para sempre? É fácil acreditar nas histórias de principes e cinderelas, de greys and dereks, em historias de diarios de bridget jones e afins. Porque em nenhuma delas nos contam o dia de amanhã....

raquel disse...

O dia de amanhã, os dias que se seguem uns aos outros,rotineiros, transformam muitas vezes os príncipes em sapos, as princesas em bruxas más...as relações em campos de batalha... há quem suporte essa guerra agarrando-se às memórias do passado.

E há quem seja feliz, sem ser protagonista de uma história encantada...há quem seja feliz na banalidade de um amor sem grande história...mas que se vive, é "praticável", real.

Crown of Love disse...

Também eu sempre tive comigo a pergunta: "O amor dura para sempre??"
Quando somos crianças vamos imaginando o que será o amor ao brincar de namoradinhos, com a Barbie e o Ken, depois crecemos e já vamos tendo outras ideias sobre o que é o amor, a paixão o calor que nos cresce cá dentro.
A verdade é que a felicidade são momentos, e para mim o amor existe, basta acreditar...
É amizade, afecto, compreensão, carinho, partilhar o dia-a-dia em conjunto no que há de bom e de mau...e...depois no fim do dia estar de mãos dadas entre beijos e mimos no descanso do lar.
Aproveito e agradeço a paciencia e toda a dedicação de trigolimpofarinh@mparo

Kiss Kiss

Robin K disse...

O amor dura para sempre.
O que amamos é que nem sempre é a mesma coisa.

Gostei muito do blog. Vou passar certamente por aqui mais vezes.

Muito obrigado pelo teu tão simpático post. Volta sempre, por favor.

Keep on,
Robin K

Robin K disse...

Simpático comentário. Assim é que é. O Post era o meu lol